terça-feira, 13 de outubro de 2020

Carências




 

Vives num mundo no qual a carência é constante, gerando desequilíbrio e promovendo violência.

Há carência afetiva, porque aqueles que desejam ser amados não se resolvem por amar com sentimento fraternal.

Permanece a carência de emprego, porque escasseia o número dos que desejam trabalhar com dignidade recebendo um salário justo.

Predomina a carência de saúde, em razão dos exageros alimentares, dos vícios e da rebeldia mental.

Espalha-se a carência econômica como conseqüência da falta de solidariedade de todos, no relacionamento de uns para com os outros. 

Aumenta a carência de segurança graças ao desrespeito à liberdade do próximo, como efeito da libertinagem que se generaliza.

Avoluma-se a carência de alimentos em várias áreas, enquanto noutras o desperdício assustador.

Quase todas as pessoas se apresentam em carência, afirmando nada receberem, sem embargo, possuindo inúmeros recursos que são escassos noutras, mas que se recusam oferecer-lhes. 

O problema da carência é resultado do desamor ao próximo, à vida, ao dever.

A ociosidade de uns provoca a carência de outros.

O egoísmo de alguns responde pela carência de muitos.

A ambição de diversos gera a carência de multidões.

Faz-se necessário igualmente, considerar-se que a Terra ainda não é o paraíso, onde a abastança, a plenitude e a paz estabeleçam um oásis de encantamento.

Escola de aprimoramento das almas, propõe um currículo rigoroso para aprendizagem valiosa.

Ninguém, todavia, lhe desrespeita impunemente os códigos para a própria formação moral e evolutiva.

Justo, portanto, que o estágio nos seus cursos se faça mediante esforço e obediência rigorosos.

Cada dia possui vinte e quatro horas, na sucessão dos anos...

Reserva qualquer espaço de tempo para diminuíres a carência vigente. 

Não alegues cansaço, nem te apresentes desanimado.

O que tens, escasseia noutras pessoas.

Conforme gostarias de receber um pouco daquilo que eles possuem em quantidade, começa por seres tu, aquele que oferece primeiro.

Aprende a dar, a fim de que outras criaturas comecem a permutar.

A experiência da bondade gera o hábito da solidariedade, que desenvolve os sentimentos nobres dormindo latentes em todos os indivíduos.

Observa a sabedoria da natureza, que reflete a misericórdia do Pai e, desse modo, inspira, fala e atua ao lado de outros contra a carência, inaugurando o período da fartura que só o amor sabe proporcionar.


Joanna de Ângelis

 ♥

sábado, 3 de outubro de 2020

Amor é amor

 As pessoas confundem amor, com ciúme, amor, com posse, com ter e com muitos sentimentos. 

E amor é amor é a única coisa que salva, que edifica, que não se barganha, se da, e não se espera nada em troca. 

-Ele dói ? Eu Mesmo já me perguntei isso. 

Ele só dói quando esta misturado com sentimentos que o homem cria de ilusão de Posse e poder de orgulho vaidade de egoísmo,inveja, etc 

O amor no seu mais puro efeito, não dói , não faz sofrer e jamais deveria dar medo. Amor é a única salvação da humanidade. E acredito também que onde existe amor existe felicidade mesmo que em momentos fracionados.

(TCristina)

by Fábrica de pensamentos 

Todos os direitos reservados
Lei de direitos do autor (Lei 9610/98)









segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Chora... 2016

 Chora porque não sabe o que quer,
Ou chora por saber demais
Chora por ficar sozinha
E depois por querer paz.

Chora por ser boa e

Também quando não pode ser

Chora de saudade e chora sem razão também.

                        (TCristina) 

by Fábrica de pensamentos 



Todos os direitos reservados
Lei de direitos do autor (Lei 9610/98)
  

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Todo mal tem poder transitório...

Todo mal tem uma força transitória, por nascer da ignorância do homem. O bem tem poder soberano, por se originar da sabedoria de Deus. 




by Fábrica de pensamentos 











by Fábrica de pensamentos

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Paciência e tolerância...

 Conscientiza-te de que ninguém consegue realizar algo sem o apoio de alguns, competindo-nos a todos adquirir paciência e tolerância de uns para com os outros.”


Livro calma






sexta-feira, 11 de setembro de 2020

A cada dia que vivo mais que convenço..

 “A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.“ 

( Carlos Drummond de Andrade)

by Fábrica de pensamentos 


segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Os ventos que nos tiram são os mesmos que nos trazem!

 Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar...

  
Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre...

Autor: Bob Marley (1945-1981)